Posts Tagged ‘ fiesp ’

“O Homem De La Mancha” tem temporada renovada para 2015!


banner o homem de la mancha

No encerramento da 100ª apresentação do musical “O Homem De La Mancha“, a platéia foi surpreendida com um anúncio inesperado: A temporada foi renovada até junho de 2015! Clique no link abaixo, para assistir a um vídeo do momento do anúncio!

Encerramento – 100ª Apresentação de “O Homem De La Mancha”

Grupo da Melhor Idade de Camanducaia assiste a “O Homem De La Mancha”


banner o homem de la mancha

No último sábado, 15 de novembro, o Grupo da Melhor Idade de Camanducaia ganhou um passeio para assistir a peça de teatro “O Homem De La Mancha”, em São Paulo. A peça, dirigida por Miguel Falabella, fala das barreiras de um mundo injusto e cruel e a busca por uma resposta, além desses grandes vazios.

No final da peça, o ator principal, Cleto Baccic, recebeu o Grupo da Melhor Idade com uma simpatia inigualável, tirando risos de todo o grupo e posando para as fotos. A volta para Camanducaia contou com uma parada no restaurante Dom Pedro, em Atibaia, para um lanche oferecido pela Dona Ivone, proprietária do restaurante.

163

CHAMADO CIDADÃO


Pare de pagar por uma conta que não é sua!


Conheça a campanha “Energia Justa” que reduz o custo da tarifa desse serviço em 77%. Para isso, basta exigirmos que seja cumprida a lei.


Participe do abaixo-assinado encabeçado pela FIESP. 

http://www.energiaaprecojusto.com.br/

Se hoje você não paga mais CPMF foi graças a uma mobilização como essa!!!!


 


A energia brasileira é uma das mais caras do mundo, quando tem tudo para ser a mais barata. 
Isso pode mudar. Isso tem que mudar


  • No Brasil, 77% de toda a energia produzida vêm de usinas hidrelétricas. Para viabilizar essa construção, o governo faz contratos de concessão com empresas e o investimento é recuperado cobrando-se um valor adicional nas contas de luz.


  • As concessões das usinas mais antigas do Brasil venceram em 1995. Na época, as companhias receberam compensações equivalentes a aproximadamente 144 bilhões de reais, em valores de hoje. Além disso, tiveram seus contratos prorrogados sem leilão, sem concorrência, por mais 20 anos, totalizando uma media de 56 anos de concessão. Esses contratos vencerão de novo em 2015.
  • A lei atual não permite novas prorrogações e determina que sejam feitos leilões para novos períodos de concessão. Os novos leilões devem ser realizados pelo critério de menor tarifa. Hoje, o preço médio da energia comercializada por essas usinas é R$ 90,98 por megawatt/hora. No entanto, nos leilões mais recentes de concessão (usinas de Santo Antonio, Jirau, Belo Monte e Teles Pires) o preço médio dessa energia, descontada a amortização dos investimentos, foi R$ 20,69 por megawatt/hora, em média. Ou seja, 77% mais barata.


  • Com a realização de novos leilões para os contratos que vencerão a partir de 2015, estima-se que a economia para os consumidores poderá chegar a 918 bilhões de reais, em 30 anosOu 30 bilhões de reais por ano, o que daria para manter mais dois programas sociais do tamanho do Bolsa Família.

    FAÇA PARTE DESTA CAMPANHA: